quermesse-garopaba

Quermesse Garopaba

viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

tmw-telecom

TMW Telecom

A maldição das redes sociais

Acesse a coluna Pelo Estado desta terça-feira (8) e fique por dentro dos principais assuntos de Santa Catarina

A maldição das redes sociais

Assim como ajudaram a eleger de presidente da República a deputado estadual, os internautas ativos nas redes sociais querem ajudar também a governar. E o que poderia ser um fantástico exercício de cidadania acabou virando uma espécie de maldição para os eleitos. A cada anúncio feito, seja de nome para compor o governo ou de medida, há uma reação intensa, imediata e nem sempre favorável da parte dos que atuam politicamente sem sair do mundo virtual. Foram as redes sociais que vitimaram o indicado para assumir a Santur no governo Moisés, Tiago Savi. A gritaria dos pesselistas conectados, craques em multiplicar suas opiniões e posições, foi porque Savi fez uma postagem favorável a Haddad durante a campanha presidencial. Com currículo adequado para responder pelo turismo catarinense, e, portanto, nome escolhido pela capacidade técnica, no final de semana ele abriu mão de responder pela Santur. E manifestou: "Embora superficial (a postagem feita), pelas manifestações em redes sociais e a turbulência que passei a estar inserido, pude concluir que um post de Facebook foi mais importante que mais de 15 anos de estudos, trabalhos técnicos, reconhecimento e relacionamento com o mercado". Enquanto não surgir um novo nome, Valdir Walendowsky continua na presidência da empresa de promoção do turismo catarinense. Além das entrevistas sobre a temporada de verão que tem dado, ele está acompanhando de perto as licitações para compra de bens para o Centro de Eventos de Balneário Camboriú.

Posse no Sebrae-SC

A nova Diretoria Executiva do Sebrae-SC, gestão 2019-2022, será empossada na noite da próxima quinta-feira (10), na sede estadual do serviço, em Florianópolis. O novo diretor superintendente será Carlos Henrique Ramos Fonseca (foto), que terá Luc Pinheiro como diretor Técnico, e Anacleto Ortigara como diretor de Administração e Finanças. Fonseca estava atuando na Federação das Indústrias (Fiesc), onde era diretor de Desenvolvimento Institucional e Industrial da Fiesc. É graduado em Engenharia Elétrica, com especialização em Engenharia de Produção.

"Premissa indispensável para o sucesso da diplomacia multilateral são a boa vontade e a boa-fé dos interlocutores, a disponibilidade para um confronto leal e sincero e a vontade de aceitar os compromissos inevitáveis que nascem do confronto entre as Partes. Sempre que falta um só destes elementos, prevalece a busca de soluções unilaterais e, em última análise, a vexação do mais fraco pelo mais forte."

Trecho do discurso do Papa Francisco aos membros do Corpo Diplomático

Acreditado Junto da Santa Sé, publicado nessa segunda-feira (7)

"Com certeza, não" Em uma rápida conversa com a Coluna Pelo Estado ontem à tarde, o deputado estadual reeleito Milton Hobus (PSD) lamentou o fato de não está prevalecendo de fato a escolha técnica sobre a indicação política no atual governo estadual. "Com certeza não são só indicações técnicas. Na regional do IMA (Instituto do Meio Ambiente) de Blumenau, tiraram uma pessoa com formação  e experiência na área, substituída por um assessor do Ricardo Alba", exemplificou Hobus. Ele se referiu à bióloga Rosemari Bona, que respondia pela gerência regional, e a Frankie Luis Marin, que trabalhava com o agora deputado diplomado Ricardo Alba, na Câmara de Vereadores de Blumenau.

Sobre o PSD, Hobus disse que há um "processo de harmonização interna" e que sua desistência de disputar a presidência da Assembleia em favor do deputado diplomado Julio Garcia, também do PSD, contribuiu para isso. Sendo assim, acredita que não haverá embate, mas consenso, na eleição da nova Executiva do PSD-SC. "Precisamos saber se o Gelson (Merisio, atual presidente da sigla no estado) quer continuar ou não."

Falando em turismo... 

A crise econômica da Argentina e o difícil ano de 2018 para o Brasil devem determinar baixo crescimento do número de visitantes em Santa Catarina na temporada de verão 2018-2019. A estimativa é que o índice de 10% que vinha sendo registrado nos últimos anos caia para algo em torno dos 5%. Parece pouco, mas o impacto dessa queda é grande nas contas do governo.

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para A maldição das redes sociais

Enviando Comentário Fechar :/