viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

tmw-telecom

TMW Telecom

Atenção para mais uma fake news!

Confira os destaques da coluna Pelo Estado desta quarta-feira (24) que traz ainda entrevista com o Comandante Moises (PSL) e Gelson Merisio (PSD), candidatos que disputam o segundo turno ao governo do Estado.

Atenção para mais uma fake news!
(Foto: Divulgação)

Como se essas eleições já não estivessem tumultuadas e tensas o bastante, ainda tem quem faça questão de contribuir para piorar o clima. A máquina de produção de notícias falsas não para. A produção só não é maior que a rapidez com que se distribuem informações mentirosas como sendo verdadeiras. De computador em computador, de smartphone em smartphone, rapidamente a criatividade de alguém mal intencionado ganha ares e notícia. A mais recente fake news relaciona o erro de algumas operadoras de telefonia celular, que ajustaram os aparelhos para o horário de verão - erro logo corrigido -, com o dia das eleições. E afirma que os eleitores devem correr às urnas até as 16 horas, pois os votos dados após este horário não serão computados. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC), DESMENTE. E informa que a urna eletrônica funcionará regularmente, uma vez que seu horário interno não se ajusta ao horário de verão e nem se encerra automaticamente. Terão direito ao voto todos os eleitores que chegarem à seção até as 17 horas. O horário de verão não altera nenhum dos procedimentos, mas o eleitor, especialmente os que vão votar em trânsito, deve atentar para a mudança de horário na região em que se encontrar. Você pode não saber, mas hoje, mesmo antes do horário de verão, o Brasil tem quatro diferentes fusos horários. Quando é 0 hora em Rio Branco (AC), é 1 hora em Manaus (AM), 2 horas em Brasília e no restante do país, e 3 horas na Ilha Fernando de Noronha (PE). Além disso, o horário de verão iniciará após a realização do 2º turno, no dia 4 de novembro.

Atenção para mais uma fake news!Tema: Santa Catarina e o Pacto Federativo

Gelson Merisio: "Uma nova distribuição dos recursos públicos"

"Santa Catarina é o sexto Estado que mais envia dinheiro dos impostos para o Governo Federal e é o 22º na hora de receber os recursos de volta. O atual modelo do Pacto Federativo não reconhece a importância do nosso Estado. A União concentra hoje 70% da arrecadação, enquanto Estados ficam com 25% e Municípios com 5%. Precisamos unir forças com nossa bancada de deputados federais e com nossos senadores para defender a necessidade urgente de rever a distribuição. Juntos, podemos construir as bases para uma nova distribuição dos recursos públicos, mas nossas soluções não podem depender exclusivamente disso. Temos que fazer antes o que está ao nosso alcance: reduzir o tamanho do Estado e aumentar a eficiência do gasto público."

Comte. Moisés: "Menos Brasília, mais Santa Catarina"

"É compromisso nosso e, sobretudo, do futuro presidente, Jair Messias Bolsonaro, a revisão do Pacto Federativo. Na prática, vamos mudar o modelo de distribuição dos impostos federais gerados pelos Estados da Federação. No último ano, os catarinenses, através de seu trabalho, mandaram R$ 46 bilhões a Brasília. Mas apenas R$ 8,5 bilhões retornaram ao Estado. É uma realidade absurda, injusta e cruel e que precisa mudar urgentemente. Vamos lutar incansavelmente para que haja um mínimo de Justiça tributária. Precisamos de Menos Brasília e Mais Santa Catarina. Necessitamos de mais nos municípios e menos em Brasília. Acredito que a mudança somente acontece quando pessoas de bem se envolvem, se engajam e se juntam em favor das famílias. Junto com nosso capitão, vamos lutar por um novo Brasil e uma Santa Catarina diferentes."

Como parte do projeto Cobertura Eleições SC 2018 – Jornais Impressos e Digitais, a Coluna Pelo Estado está trazendo pequenos artigos dos candidatos que disputam o segundo turno ao governo do Estado – Comandante Moisés (PSL) e Gelson Merisio (PSD). Já foram tratados os temas Diferenças Regionais, Segurança Pública, Educação, Infraestrutura, Tecnologia e Inovação, Proteção à Mulher, Saúde e Renúncia Fiscal. O projeto especial de cobertura das eleições é uma iniciativa da Associação de Diários do Interior (ADI-SC) e da Associação dos Jornais do Interior (Adjori-SC), além de veículos independentes, somando quase um centena de jornais impressos e digitais. Os conteúdos anteriores estão na editoria de política do portal Notícias In Foco.

Atenção para mais uma fake news!

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para Atenção para mais uma fake news!

Enviando Comentário Fechar :/