viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

tmw-telecom

TMW Telecom

Bancada federal se reúne com prefeitos para avaliar ações de apoio aos municípios atingidos pelo ciclone

O Governador do Estado Carlos Moisés; o secretário da defesa civil, Coronel João Batista Cordeiro Júnior; e o presidente da Fecam, prefeito de Major Vieira, Orildo Severgnini participaram da reunião.

Bancada federal se reúne com prefeitos para avaliar ações de apoio aos municípios atingidos pelo ciclone
(Foto: Divulgação)

Os deputados federais e senadores que compõem o Fórum Parlamentar Catarinense estiveram reunidos, na tarde desta quinta-feira (2), através de reunião remota, com o Governador do Estado Carlos Moisés; o secretário da defesa civil, Coronel João Batista Cordeiro Júnior; com o presidente da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam), prefeito de Major Vieira, Orildo Severgnini; além de diversos prefeitos. O objetivo da reunião foi avaliar e propor ações junto ao Governo Federal para auxiliar o Estado e os Municípios atingidos pelo ciclone.

Segundo o coordenador da bancada, deputado federal Daniel Freitas, que vem acompanhando junto aos órgãos estaduais o levantamento dos estragos, o governo federal já sinalizou que irá ajudar Santa Catarina, principalmente, na parte estruturante que foi danificada, como patrimônios públicos e com as avarias em portos e estradas. "O secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, está chegando ao nosso Estado na noite de hoje e, a partir de amanhã, irá ver de perto a situação que o ciclone causou aos municípios catarinenses", informou o parlamentar.

Ainda segundo o Deputado, na próxima segunda-feira (6), já com os levantamentos e estimativa de prejuízos causados, a bancada deve criar um plano de trabalho para levar aos Ministérios as necessidades para recuperação e reconstrução das cidades atingidas, como escolas, rodovias, assistência às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução nas áreas atingidas por desastre. Além da liberação de recursos do Governo Federal conforme o decreto nº 7.257/2010, que regulamenta a MP 494/2010 sobre o Sistema Nacional de Defesa Civil, quanto ao reconhecimento de situação de emergência e estado de calamidade pública.

Em sua fala, o governador Carlos Moisés informou que Santa Catarina irá decretar estado de calamidade pública, ainda nesta quinta-feira. "Nosso maior apelo à bancada catarinense é que nos ajude a chegar, o mais rápido ao Governo Federal para que as medidas necessárias para minimizar o sofrimento dos catarinenses, possam chegar o mais breve possível", ressaltou. Ele falou ainda, sobre a ação da Assembleia Legislativa de Santa Catarina que destinou ontem, R$ 30 milhões para socorro aos municípios afetados.

O secretário da defesa civil, Coronel João Batista Cordeiro Júnior, falou que até o momento, 152 municípios já foram afetados. "A defesa civil vem recebendo os relatos dos municípios onde foram registrados estragos. Muitos deles na área urbana e agrícola, além de estradas bloqueadas. O Corpo de Bombeiros e a Celesc vêm trabalhando para reestabelecer o atendimento aos municípios o mais rápido possível, pois muitos ainda estão sem energia, internet e sinal de telefonia, tendo dificuldade em enviar as informações dos danos causados", destacou.

Ele frisou também que já estão sendo distribuídas telhas, cestas básicas, lonas e que há uma grande preocupação com a previsão para a próxima semana, que deve chover no Estado.

O presidente da Fecam, prefeito de Major Vieira, Orildo Severgnini, agradeceu a bancada catarinense que vem atendendo todos os municípios junto ao Governo Federal, referindo-se também às demandas desde o início da pandemia. "Sabemos que podemos contar com os nosso deputados federais e senadores que, mesmo com a divergências partidárias, quando o assunto é Santa Catarina, unem esforços para trabalhar em prol dos catarinenses", elogiou.

Juliano Duarte Campos, prefeito de Governador Celso Ramos, município mais atingidos pelo ciclone, relata que a situação do município é assustadora e que, com 15 mil habitantes, registrou 11 embarcações afundadas, uma morte e mais de três mil famílias que tiveram suas casas danificadas. "Nossa cidade parece um cenário pós guerra, jamais imaginamos presenciar uma situação como essa. Nesse momento de tristeza, precisamos muito da ajuda dos nossos representantes. Muitas escolas, ginásios, estruturas que não poderemos recuperar e teremos que começar do zero. Mas nesse momento, a maior urgência é em ajudar os moradores a restabelecer suas vidas, voltar a ter moradia e trabalho com dignidade", enfatizou o prefeito.

Com informaçõe da Assessoria de Imprensa do Deputado Daniel Freitas

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para Bancada federal se reúne com prefeitos para avaliar ações de apoio aos municípios atingidos pelo ciclone

Enviando Comentário Fechar :/