brde

BRDE

viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

tmw-telecom

TMW Telecom

Concessionária pede ao Executivo tarifa única no transporte coletivo

Empresa responsável pelo transporte de passageiros, em Garopaba, alega que valores que estão em vigor, baseados em estudo feito em 2017, estão defasados. Requerimento foi apresentado na sexta-feira (3) e aguarda análise da Prefeitura. Atualmente são oito tarifas diferentes.

Concessionária pede ao Executivo tarifa única no transporte coletivo
Concessionária do transporte público pede unificação do valor das passagens, em Garopaba (Foto: Divulgação/Expresso Garopaba)

A Expresso Garopaba, concessionária do transporte coletivo, em Garopaba, solicitou que a Prefeitura reveja os valores das tarifas cobradas no município. Os novos valores entraram em vigor no final do mês de novembro do ano passado. Os preços são baseados em estudo contratado pelo Poder Executivo em 2017. Atualmente existem oito preços diferentes e a proposta é unificar os valores, tornando passagem única para qualquer itinerário.

Sizenando Pitipliani Júnior, que representa a empresa, disse à reportagem que o novo contrato de concessão, assinado em meados do ano passado, traz deveres e direitos para a empresa, e um deles é a solicitação de revisão dos valores, quando necessário. Ainda de acordo com Júnior, o Executivo tinha ciência de que os valores apresentados em um estudo, realizado em 2017, estavam defasados. O estudo teria custado cerca de R$ 150 mil e a licitação pública para a concessão do transporte só ocorreu em 2019, dois anos após a realização do levantamento.

O empresário revela que a intenção era reiniciar as operações – a partir do novo contrato – com os valores do estudo e meses depois rever as tarifas. No requerimento apresentado ao Departamento de Trânsito do município, foram apresentados quatro itens que impactam na operação: salário, combustível, pneus e acumulo do Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM).

A proposta da Expresso é que Garopaba tenha uma passagem única no valor de R$ 5,00. Atualmente o valor médio da tarifa é de R$ 4,18. São oito faixas de preço: R$ 2,49, 2,78, 3,30, 4,13, 4,34, 5,00, 5,45 e 6,00. A passagem mais barata é para o Ambrósio e a mais cara para a Gamboa.

Segundo análise feita pela empresa, desde 2017, o diesel aumentou em 20% e o valor dos pneus em 40%. “Nossos motoristas recebem de acordo com o Plano de Convenção Coletiva do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Florianópolis (Sintraturb). Assim, recebem o mesmo valor que os motoristas da Capital”, acrescenta Júnior.

Inverno

O empresário informa ainda que é no inverno que a empresa tem os maiores prejuízos, com linhas, por exemplo, que têm pouca demanda. Embora possa existir por parte do poder público uma contrapartida para compensar a operação, já que o serviço é uma concessão pública, não há, segundo o empresário, nenhum retorno financeiro nesse sentido.

Aumento passagem Ferrugem

No início deste ano a empresa foi notificada por estar praticando preço fora dos valores estabelecidos na tabela. O caso ocorreu na linha do bairro Capão (Ferrugem). No fim do mês passado, passageiros foram surpreendidos com a cobrança de R$ 5,00, enquanto o valor anterior era de R$ 2,78. Empresa foi autuada pela Prefeitura, por aumentar o valor sem o consentimento do Executivo.

O caso só veio à tona após uma usuária postar nas redes sociais que foi surpreendida com o novo valor, dois meses após a passagem ser readequada para R$ 2,78, reduzindo 44,25%. Não houve por parte da administração pública nenhuma explicação ou esclarecimento sobre o ocorrido.

De acordo com a diretora de trânsito, Alessandra Diniz Gregório, assim que teve conhecimento, na sexta-feira (3), o departamento notificou a empresa, exigindo o retorno ao valor original da tarefa. A responsável pela pasta disse ainda que, no mesmo dia em que foi notificado, o proprietário da empresa apresentou um requerimento solicitando aumento. O reajuste até está previsto no contrato, no entanto é preciso autorização do município, situação que foi negada. ”[...] ficamos de analisar melhor o requerimento, e se for concedido qualquer alteração na passagem será através de decreto”, adianta.

De acordo com a empresa, o que ocorreu foi que uma cobradora, contratada para a temporada de verão, cobrou os passageiros de forma errada. “Ela trabalhou conosco ano passado e achou que os valores eram os mesmos: R$ 5,00. Assim que soubemos do equívoco retornamos ao valor original. Na quinta-feira (2) já havíamos corrigido o valor”, finaliza Sizenando Pitipliani Júnior, da Expresso.

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para Concessionária pede ao Executivo tarifa única no transporte coletivo

Já temos 2 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Gustavo Weizenmann

Gustavo Weizenmann

Acho que seria bom os veículos serem registrados em Garopaba ou Imbituba , existem ônibus com placas do rio de janeiro, Blumenau e outras cidades, IPVA gera renda para a comunidade local.
★★★★★DIA 10.01.20 15h01RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Cristina oelho

Cristina oelho

Viajo nessa linha da ferrugem a bastante tempo e pago R 2.78. Os onibus melhoraram bastante, estao mais limpos. Nao quero que os preços subam, mas tem aue se reconhecer que a qualidade do serviço melhorou 100%.
★★★★★DIA 10.01.20 08h28RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/