quermesse-garopaba

Quermesse Garopaba

viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

tmw-telecom

TMW Telecom

Em desuso, orelhões são retirados das ruas de Garopaba

Remoção dos aparelhos faz parte de um plano de ampliação do serviço de acesso à internet por meio de tecnologia 4G, conforme previsto em decreto presidencial.

Em desuso, orelhões são retirados das ruas de Garopaba
Orelhões retirados das ruas de Garopaba estão depositados na Central de Operações da Oi (Foto: Sidinei de Souza)

O avanço rápido da tecnologia permitiu a criação de formas de comunicação antes inimagináveis. Boa parte delas está atrelada a internet. Aplicativos de conversa permitem a comunicação rápida em texto, áudio e vídeo com pessoas em qualquer parte do mundo, basta uma boa conexão.

Com essa facilidade algumas formas de comunicação indispensáveis no fim do século passado estão com os dias contados e devem sair das ruas direto para os museus. Os orelhões é uma delas. Em todo o país o uso desses aparelhos é cada vez mais raro.

Mesmo ainda com a deficiência dos serviços oferecidos pelas operadoras de telefonia móvel, a popularização dos celulares tornou raro, inclusive, o uso da telefonia fixa, permanecendo essencial apenas para o ramo empresarial.

Para se ter uma ideia desse crescimento, dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) indicam que o Brasil terminou fevereiro deste ano com 229 milhões de celulares ativos. Isso significa 109 celulares para um grupo de 100 pessoas.

Com essa decadência e com o alto custo na manutenção dos orelhões, um decreto presidencial permitiu que as concessionárias substituíssem os aparelhos pela implantação da infraestrutura de acesso à internet por meio de tecnologia 4G, ou superior. O Decreto 9.619 foi publicado em 20 de dezembro de 2018.

O plano estabelece metas até 2023, incluindo a expansão do serviço de banda larga em localidades rurais. Em Garopaba a Oi, concessionária dos serviços de telefonia móvel em Santa Catarina, já começou a remoção dos orelhões.

Os técnicos da companhia já removeram boa parte dos aparelhos na região central da cidade. As carcaças em fibra estão sendo depositadas na Central de operações da Oi, no Centro. Alguns orelhões ainda carregam a publicidade da Brasil Telecom, extinta em 2009, com a incorporação total da Oi, após a compra.

Nós procuramos a operadora que apenas informou que a remoção dos orelhões faz parte do Plano Geral de Metas da Universalização (PGMU), aprovado pelo decreto publicado no fim do ano passado. Questionada sobre as metas e projeções da implantação das melhorias no serviço 4G, em Garopaba, a empresa disse não ter nenhum informação a ser repassada à imprensa.

Sobre a quantidade de orelhões retirados, a assessoria de imprensa da Oi não soube informar o número exato e disse que a remoção é baseada em estatística e estão sendo removidos apenas os menos utilizados. No entanto, também não nos souberam informar em quais locais os orelhões serão mantidos.

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para Em desuso, orelhões são retirados das ruas de Garopaba

Enviando Comentário Fechar :/