viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

tmw-telecom

TMW Telecom

Merenda escolar das escolas catarinenses deverá respeitar o clima e cultura regional

Governador Carlos Moisés sancionou a leia na semana passada e medida tem prazo de 180 dias para entrar em vigor.

Merenda escolar das escolas catarinenses deverá respeitar o clima e cultura regional
Cardápio da merenda escolar deverá ser adequado em cada região do Estado (Foto: Osvaldo Nocetti / SED)

Foi sancionado na semana passado pelo governador do Estado, Carlos Moisés (PSL), a lei que dispõe sobre o cardápio da alimentação escolar nas escolas de Santa Catarina. De acordo com a nova lei, a alimentação das crianças deve ser fornecida conforme as preferências culinárias vinculadas à tradição e o clima de cada região do Estado. A lei foi sancionada dia 14 e tem prazo de 180 dias para entrar em vigor.

A proposição foi do deputado Gabriel Ribeiro (PSD), por meio do Projeto de Lei n° 307/16, que previa adequar o cardápio da alimentação escolar oferecido nas escolas da rede pública do estado. Para o autor da matéria, a ideia é respeitar a diversidade climática das regiões, desde o frio, calor, umidade, entre outras.

Dentro das tradições gastronômicas, o deputado destaca que a intenção é levar um complemento para a alimentação escolar, com alimentos específicos de cada região. "Nossa intenção é fazer com que a Secretaria Estadual de Educação, junto com as secretarias regionais, respeitem a tradição local, na busca de maior satisfação aos alunos. Não podemos aceitar que no inverno um estudante de São Joaquim receba um iogurte gelado durante sua refeição."

O projeto enfatiza a importância de adequar a merenda, especialmente nas regiões da Serra e do Oeste, que têm as temperaturas mais baixas. O pedido é baseado numa proposta de estudantes da Escola de Educação Básica São José, de São Joaquim, que participaram do programa Parlamento Jovem Catarinense, em 2016. Segundo os estudantes, há um grande percentual de alunos que residem na área rural do município e que precisam se deslocar de madrugada para estudar e, em dias gelados, não recebem a merenda adequada ao clima.

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para Merenda escolar das escolas catarinenses deverá respeitar o clima e cultura regional

Enviando Comentário Fechar :/