brde

BRDE

viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

tmw-telecom

TMW Telecom

O rastro da pandemia

O vírus silencioso já abateu empregos, colocou a economia na lona, criou uma crise política no governo, mas o mais grave de tudo isso é que ele continua circulando. A doença já matou 58 catarinenses.

O rastro da pandemia
(Foto: Reprodução/Internet)

O coronavírus segue causando estragos em Santa Catarina a exemplo do que em tantas outras partes do país e no mundo. O vírus silencioso já abateu empregos, colocou a economia na lona, criou uma crise política no governo, mas o mais grave de tudo isso é que ele continua circulando. A doença já matou 58 catarinenses e já está em todas as regiões. Blumenau passa a ser um novo foco de atenção. Depois de aparentemente ignorar os riscos da doença em um primeiro momento, a cidade que tinha 68 casos em 13 de abril, quando o comércio reabriu, hoje tem 257 casos. A primeira morte é tão simbólica que abateu justamente uma profissional da Saúde. 

O prefeito Mario Hildebrandt (Podemos) sentiu e decretou isolamento rígido para os infectados. Quem estiver com a doença só pode se deslocar em um perímetro de 15 metros de casa. Os casos suspeitos também vão ter que ficar no isolamento domiciliar.

O vírus avança justamente no momento de maior fragilidade da administração pública, com a troca de comando na secretaria de Saúde e o escândalo da compra dos 200 respiradores. A pauta política, tão morna até então, já tem CPI, pede troca de nomes nas secretarias chaves do governo e fala até em pedido de impeachment. Que não gastem todas as forças só pensando no capital político. Nossas vidas ainda continuam em risco.

Concórdia não tinha nenhum caso em 13 de abril e hoje está com 104 infectados. Chapecó, que tinha 6, hoje já soma 186. 

MAPA

O rastro da pandemia

O mapa das cidades que já registram mortes mostra os focos da doença e a sua capilaridade para o interior do estado. É possível ver a concentração de mortes no Sul e no litoral.  

EMPERROU

A indicação do governador Carlos Moisés (PSL) para a presidência da Aresc emperrou no parlamento. Na terça-feira, 5, um parecer que rejeita a indicação do engenheiro civil Marcos de Souza Sabino foi aprovada por unanimidade na comissão especial O relator da comissão, deputado Fabiano da Luz (PT) observou que Sabino foi nomeado, em 23 de abril, assessor executivo de assuntos institucionais da SCPar, órgão sujeito a fiscalização da agência reguladora, o que poderia trazer grandes problemas para sua atuação diante do órgão.

MPSC

Escolas particulares têm até 15 de maio para apresentar medidas de adequação nas mensalidades, como será a recomposição do calendário escolar, além de compensações para as atividades e serviços não oferecidos por causa da paralisação.  

TESTES

O SESI Santa Catarina vai aplicar nesta semana 150 testes de detecção do novo coronavírus nos colaboradores da equipes da Defesa Civil e da Vigilância Sanitária do Estado de SC. Os testes foram adquiridos com recursos doados pelo Sistema FIESC ao Fundo Empresarial para Reação Articulada Contra o Coronavírus. 

VAI DEVOLVER

A deputada Caroline De Toni (PSL) disse que vai devolver as diárias pagas com cota parlamentar nos dias que participou de manifestações próBolsonaro na avenida Paulista, em São Paulo. Ela argumentou que na data "esteve em agendas de atividade parlamentar." 

SC SAÚDE

Foi aprovado na Alesc um pedido do deputado Neodi Saretta, encaminhado para que o Plano SC Saúde passe a cobrir um dos exames para o COVID19, o RT-PCR.   

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para O rastro da pandemia

Enviando Comentário Fechar :/