viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

reflexoterapia-2

Reflexoterapia 2

reflexoterapia

Reflexoterapia

Pequenos negócios devem empregar mais neste trimestre

Confira os destaques da coluna Pelo Estado deste fim de semana (10 e 11).

Pequenos negócios devem empregar mais neste trimestre
(Foto: Divulgação/Internet)

A pesquisa Tendência Conjuntural dos Pequenos Negócios referente aos resultados do último trimestre (julho, agosto e setembro) e com as expectativas dos empresários para o atual (outubro, novembro e dezembro), trouxe dados otimistas quanto à criação de empregos formais, sendo o melhor índice da série histórica no quesito. O estudo mostrou a previsão de aumento de 2,57% de novos postos de trabalho, número impulsionado pelo setor de serviços. O coordenador da pesquisa, Cláudio Ferreira, lembrou que no terceiro trimestre foram geradas 11.388 vagas nos pequenos negócios, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). "E essa perspectiva segue fortalecida pela previsão expressiva de aumento e pelas expectativas de melhora em relação à economia brasileira." Essa expectativa foi apontada por 28,3% dos empresários, índice 10,5% maior do que a medição anterior. O estudo também mostrou que o otimismo dos empresários em relação às vendas para os meses de outubro a dezembro aumentou 16,13 pontos em relação ao trimestre passado, contribuindo para elevação do índice geral para 58,01 pontos. Em contrapartida, a tendência de novos investimentos permanece estável, ainda restrita a 17% dos negócios de pequeno porte. Foram entrevistados 400 pequenos negócios em todas as regiões do Estado, nos setores de indústria, comércio e serviço, nos cinco primeiros dias de outubro.

Preparando a despedida

O presidente da Celesc, Cleverson Siewert, anunciou na Reunião do Conselho de Administração realizada na quinta-feira (8) sua saída da empresa para o dia 21 de dezembro. Há três meses ele recebeu um con­vite da iniciativa privada para operar o braço de uma grande empresa no ramo de energia sediada em Joinville, onde deve atuar a partir de março do próximo ano, após retornar de um curso no exterior. Siewert atua há oito anos na Celesc e presidente a holding há seis anos. Como destaque de sua gestão, ele aponta a lógica de investimento da empresa, a convergência de esforços para que todos da companhia tenham o mesmo objetivo e a construção de boas práticas que deverão ser tocadas pelo novo presidente no próximo ano. Adepto ao esforço contínuo, o Siewert sorriu diante da possibilidade de uma mensagem de despedida: "Ainda é cedo. Temos muito trabalho pela frente. Até dia 21 de dezembro, a vida segue normal". Na foto, Siewert com Adriano Kalil (E) e Ámer Felix Ribeiro (D), vice-presidente e presidente da ADI-SC.

"Não podemos nos transformar em camaleões e mudar de cor segundo as circunstâncias reinantes. Verificamos o abandono de princípios, a perda de valores, o dito passa pelo não dito, o certo pelo errado e vice-versa. Tudo é agravado pelos aspectos suscitados pela mídia e pela velocidade das redes sociais. Nesse contexto, a postura que geralmente se adota é a politicamente correta, a merecedora de aplausos. Adota-se a hipocrisia, o que é condenável."

Ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, durante evento na Associação Brasileira de Direito Financeiro

Gás natural 

O presidente da SCGás, Cósme Polêse, comemora sinalizações do avanço do gás natural em Santa Catarina. A distribuidora registrou recorde de vendas em outubro, com média de 2,02 milhões de metros cúbicos do insumo por dia. Além disso, a proposta de implantação de terminal de GNL no Porto de São Francisco do Sul venceu todas as audiências públicas e está apta a receber licença ambiental. Outro fato importante é a consolidação do novo modelo regulatório, que levará a empresa a voltar a operar no azul em 2019. Conta ainda o começo das obras na cidade de Lages para a implantação do primeiro modelo de rede de distribuição isolada catarinense, que permitirá acelerar o processo de interiorização do gás natural. 

Prêmio 

A Escola do Legislativo da Assembleia de Santa Catarina conquistou o Prêmio Comunidade 2018, concedido pela Associação Brasileira das Escolas do Legislativo e de Contas (Abel). O projeto premiado foi o Hackathon Cívico, realizado no final de junho. Na ocasião, quase 30 universitários catarinenses tiveram três dias de imersão para debater e apresentar propostas viáveis e inovadoras para problemas nas áreas de Saúde, Educação e Segurança, usando recursos de tecnologia, design e jogos. A maratona de debates e ideias resultou na escolha de três iniciativas que foram apresentadas aos deputados estaduais. O projeto catarinense disputou a premiação com outras 15 iniciativas.

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para Pequenos negócios devem empregar mais neste trimestre

Enviando Comentário Fechar :/