viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

reflexoterapia-2

Reflexoterapia 2

reflexoterapia

Reflexoterapia

Por falta de ambulância, serviço do Samu é suspenso em Garopaba

Município aguarda o envio de uma nova ambulância que, segundo a secretária de Saúde, deve chegar no início de dezembro. Enquanto isso, como Bombeiros e Samu trabalham em rede, população pode continuar acionando o 192 que a regulação fará o direcionamento do atendimento.

Por falta de ambulância, serviço do Samu é suspenso em Garopaba
Devido ao desgaste, ambulância do Samu de Garopaba está desativada (Foto: Divulgação)

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Garopaba está sem atender devido à falta de ambulância oficial. A viatura está baixada desde o dia 26 de outubro por não ter mais condições de uso.

Segundo a secretária de Saúde, Tatiane Ávila Pacheco, o município aguarda uma ambulância nova desde novembro do ano passado, mas até agora a promessa não foi cumprida por parte do governo federal. “Foi notável que foram distribuídas ambulâncias novas em Santa Catarina apenas por critérios políticos, sendo que na relação do Estado nosso município seria contemplado com uma ambulância nova”, comenta.

Ainda de acordo com a secretária, como o Samu é uma rede federal e o serviço conta com apoio do Estado e municípios, boa parte do custeio fica por conta das cidades. Em Garopaba, por exemplo, a prefeitura é responsável por 65% do custeio da operação. O Ministério da Saúde repassa por mês R$ 13,5 mil e o município completa com mais R$ 40 mil para manter o serviço. “Muitos municípios no Estado estão com a intenção de devolver suas unidades ao Estado, pois o recurso repassado pelo Governo Federal é insuficiente”, complementa Tatiane.

Desde o final do ano passado o Samu, em Santa Catarina, está sendo gerenciado pelo Corpo de Bombeiros Militar, que, em breve, deve assumir oficialmente todas as funções do serviço. Segundo Tatiane, em uma reunião como o comandante do serviço estadual, foi conseguida uma ambulância que deverá chegar ao município no dia 5 de dezembro.

Por um período, o município cedeu uma ambulância, mas como o serviço atende também outros municípios, como Paulo Lopes, por exemplo, o veículo não pode continuar operando. Os funcionários do Samu estão cumprindo a carga horária na Policlínica. Por mês, entre atendimentos clínicos e de trauma, o Samu de Garopaba realiza mais de 60 atendimentos. No verão quase dobra o número de ocorrências.

Tatiane lembra ainda que Bombeiros e Samu trabalham em rede e a população pode continuar acionando o 192 que a regulação irá direcionar o atendimento da equipe mais próxima.

Ambulância Bombeiros

Com a ausência do serviço do Samu, em Garopaba, boa parte do atendimento está sendo direcionado ao Corpo de Bombeiros. Na semana passada, no entanto, a ambulância da corporação do município também estragou. Para não deixar a região desassistida o comando conseguiu uma viatura em Orleans, que ficou operando até que a viatura oficial fosse consertada.

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para Por falta de ambulância, serviço do Samu é suspenso em Garopaba

Enviando Comentário Fechar :/