viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

tmw-telecom

TMW Telecom

Portos na medida certa

Portaria do Ministério da Infraestrutura reorganiza limites físicos de 16 portos brasileiros, entre eles os de Itajaí e de São Francisco do Sul. Até dezembro a medida vai alcançar também o porto de Imbituba.

Portos na medida certa
(Foto: Divulgação/SCPar Porto de Imbituba)

Portaria assinada nessa sexta-feira (5) pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, reorganiza os limites físicos da área de 16 portos brasileiros. A intenção é amenizar incertezas quanto à jurisdição dessas áreas (poligonais). Segundo informação do Ministério, algumas delas estão ocupadas por empreendimentos que sequer têm relação com a atividade portuária, como shopping center, casas, prédios empresariais, hotéis, museus, praças e até aeroportos. Ao definir com clareza os contornos desses portos organizados, o governo acredita que dará segurança jurídica para que investimentos sejam realizados mais rapidamente. A expectativa é de que até o final do ano pelo menos outros seis portos tenham suas poligonais definidas, a começar pelo Porto de Santos (SP), com previsão ainda para julho. Entre os 16 portos já constam os de Itajaí e de São Francisco do Sul. Até dezembro a medida vai alcançar também o porto de Imbituba. "Historicamente, o crescimento dos portos nem sempre foram muito planejados. A gente tenta corrigir agora um processo histórico de 20 ou 30 anos", observou o ministro. (Com informações da Agência Brasil)

Mulher na política

Deputada Marlene Fengler (PSD) destaca a forte participação feminina no programa Parlamento Jovem, da Assembleia Legislativa. Na edição deste ano são 28 meninas, ou 70% dos 40 parlamentares jovens eleitos em oito escolas catarinenses, entre as 300 inscritas no projeto. O que chama a atenção é que essa representatividade não se confirma na vida política real. No próprio Legislativo estadual são apenas cinco deputadas (12,5%) entre os 40 parlamentares. "Nós somos a maioria da população brasileira e a maioria do eleitorado. Não faz sentido que não tenhamos essa mesma representatividade nos Executivos e Legislativos. É importante termos em todos os setores a participação e o olhar feminino." Entre os Legislativos estaduais, o Amapá está em primeiro lugar na presença feminina - oito dos 24 parlamentares (33%). Em último aparece o Mato Grosso do Sul, onde não há sequer uma mulher atuando. Santa Catarina está na 22ª posição. Pode melhorar bastante.

"Quando se forma uma maioria e essa maioria quer votar, a gente vota."

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ao avaliar que já existem votos suficientes para aprovar a reforma da Previdência no Plenário

Serviços essenciais 

Tramita na Assembleia Legislativa um projeto de lei que quer proibir o corte de energia elétrica, água e gás nos feriados, finais de semana e ponto facultativo em residências do estado por motivo de inadimplência do consumidor. O autor da proposta, deputado Jerry Comper (MDB), defende que o fornecimento destes serviços são considerados essenciais para a população. O projeto já passou com aprovação pela Comissão de Constituição e Justiça e agora segue para a Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público. Antes de ir a votação em Plenário ainda deverá ser aprovado na Comissão de Economia, Ciência, Tecnologia, Minas e Energia.

Pontos negativos

Na próxima segunda-feira (8) acontece mais uma reunião entre deputados e o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, em busca de entendimento para a questão dos benefícios fiscais. Atenta ao assunto, a deputada Luciane Carminatti (PT) listou o que considera pontos negativos da proposta do governo: Falta de transparência; benefícios só para 2% das empresas; apenas três cidades concentram 52% dos benefícios; as isenções, a título de incentivo, ultrapassam o orçamento da Educação; os resultados não são claros; e, em que pese o aumento do valor concedido em benefício, o número de empregos formais e a renda dos trabalhadores caíram. Antes da reunião com deputados Eli vai receber jornalistas para prestar esclarecimentos.

Comércio exterior 

Federação das Indústrias (Fiesc) divulgou nessa sexta-feira o resultado das exportações e importações de janeiro a junho. As vendas foram de 4,5 bilhões de dólares e as compras, de 8,1 bilhões de dólares. Comparando com 2018, crescimentos respectivos de 10,75% e de 8,85%. Há que se comemorar. Até porque os resultados do país foram negativos nos dois casos.

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para Portos na medida certa

Enviando Comentário Fechar :/