quermesse-garopaba

Quermesse Garopaba

viva-bicho-81

Viva Bicho

viva-bicho

Viva Bicho

Publicidade Posts

tmw-telecom

TMW Telecom

Retorno para a sociedade

Acesse a coluna Pelo Estado e confira as principais informações de Santa Catarina.

Retorno para a sociedade
(Foto: Divulgação/BRDE)

Marilei Salete Broetto e Roseli Angelina Picininn, respectivamente presidente e diretora da APAE de São José do Cedro, no Extremo-Oeste, estiveram nessa quinta-feira (20) em Florianópolis e retornaram ao município de origem com cerca de R$ 60 mil. O valor será investido na compra de um carro para a entidade, que hoje recebe 103 alunos, com idades de 0 a 67 anos. Elas não tiveram que participar de nenhum sorteio para isso, mas concorreram entre 213 projetos junto ao BRDE para receber parte da renúncia de imposto de renda da instituição. No total, ontem foram destinados mais de R$ 1 milhão para 26 projetos selecionados e enquadrados em seis leis de incentivos federais – Rouanet (4%), e, com 1%, a lei de Incentivo ao Esporte, os programas nacional de Oncologia (Pronon) e de Acessibilidade (Pronas), e os fundos da Infância e Adolescência (FIA) e do Idoso. Todos os projetos apresentados passaram pela análise da Comissão de Responsabilidade Social do BRDE. O que mudou em 2018 é que os agraciados estiveram na sede do banco para uma breve apresentação e a entrega simbólica dos cheques. O vice-presidente e diretor de Acompanhamento e Recuperação de Créditos, Neuto Fausto De Conto, explicou que o objetivo do encontro foi promover a aproximação e com as organizações beneficiadas e demonstrar a transparência do processo. "O repasse desses recursos nada mais é do que um retorno para a sociedade de todas as regiões catarinenses", destacou. Já o diretor Administrativo, Renato de Mello Vianna, mostrou-se especialmente gratificado ao repassar pouco mais de R$ 108 mil ao setor de oncologia do Hospital São José, de Criciúma. "A saúde demanda muitos recursos e promover o incentivo pelo Pronon é muito importante, além de uma honra para nós, do BRDE", disse, ao explicar que o recurso será aplicado na área de neurocirurgia oncológica. O valor mais alto repassado foi de R$ 167 mil, para qualificação e capacitação da equipe do Amor Pra Down, de Balneário Camboriú. De 2012 a 2017, portanto sem considerar os valores deste ano, foram destinados quase R$ 19 milhões para os três estados abrangidos pelo BRDE. Sozinha, Santa Catarina recebeu R$ 5,5 milhões no período.

Crédito cooperado

De acordo com relatório do Banco Central, houve uma evolução na carteira de crédito do cooperativismo no Brasil, alcançando 15% no último ano em comparação aos 10% do período anterior. A Unicred SC/PR sentiu o incremento e trabalha na expansão. Com mais de R$ 5 bilhões em recursos administrados, acaba de inaugurar a primeira agência conceito do Oeste catarinense, na cidade de Videira. "O principal objetivo com a nova agência é termos um local onde o cooperado sinta-se ainda mais acolhido, com um ambiente pensado exclusivamente para ele", destaca o presidente da Unicred Desbravadora Sul, Marcos José Karpinski. Agências no novo padrão já estão funcionando em Florianópolis, Blumenau e Araranguá. No início de 2019 será inaugurada a primeira agência da cooperativa em Francisco Beltrão, no Sudoeste paranaense, parte do planejamento de expansão. Atualmente, a Unicred SC/PR atende mais de 70 mil cooperados nos dois estados.

Ética

A Assembleia Legislativa aprovou o projeto de lei que institui um conjunto de normas éticas e de combate à corrupção na administração pública estadual, independentemente se o agente exerce cargo político ou é servidor de carreira. O Programa de Integridade e Compliance, proposto pelo deputado Gabriel Ribeiro (PSD), foi construído em parceria com o Ministério Público. A aprovação marcou o encerramento da atuação de Ribeiro na Assembleia, uma vez que ele não foi reeleito. 

Prêmios 

O mês de dezembro foi de reconhecimento para ações e medidas tomadas pela maior empresa pública de Santa Catarina, a Celesc. A companhia recebeu o Prêmio Inovação e Empreendedorismo no Ecossistema de Florianópolis, promovido pela Fundação CERTI, pelo Projeto Celesc/FlexSolar - Painéis Solares OPV. E também foi certificada como Empresa Cidadã pelo Programa Novos Caminhos, promovido pelo Tribunal de Justiça (TJSC) e que tem a Federação das Indústrias (Fiesc) como um dos apoiadores. Desde 2013 o programa estimula a capacitação de adolescentes com mais de 14 anos, que se encontram ou passaram por medida de proteção e acolhimento. Neste ano, 303 jovens participaram do projeto.

Fim do Simples 

A possibilidade de extinção do Simples pelo novo governo, conforme estudo da equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro, publicado na imprensa, revoltou o presidente da Fampesc, Alcides Andrade. "É proposta de burocratas que ficam encastelados em seus gabinetes e não conhecem a economia e a vida real dos empreendedores. Se aprovada, vai levar 90% das empresas do Simples para a informalidade", protestou. Andrade adiantou que as lideranças empresariais já estão se mobilizando para evitar o que qualifica de "verdadeiro desastre".  

Publicidade Posts

Publicidade Posts

Compartilhe isso
Comentários

Olá, deixe seu comentário para Retorno para a sociedade

Enviando Comentário Fechar :/